Home > Esporte > A história de Jiu-Jitsu

A história de Jiu-Jitsu

Esporte - 5 de fevereiro de 2020

O Jiu-Jitsu brasileiro ou, lá fora, o Brazilian Jiu-Jitsu ou BJJ (grafado também como jujitsu ou jujutsu) é uma arte marcial de raiz japonesa em que se utilizam, essencialmente, golpes de alavancas, torções e pressões para levar um oponente ao chão e dominá-lo. Literalmente, *jū *em japonês signfica “suavidade”, “brandura”, e jutsu, “arte”, “técnica”. Daí seu sinônimo literal, “arte suave”. Sua origem secular não pode ser apontada com precisão. Estilos parecidos foram verificados em diversos povos, da Índia à China, nos séculos III e VIII. O que se sabe é que seu ambiente de desenvolvimento e refinamento foram as escolas de samurais, a casta guerreira do Japão feudal.

A arte marcial ganhou novos rumos quando um célebre instrutor da escola japonesa Kodokan, Mitsuyo Maeda, decidiu ganhar o mundo e provar a eficiência de seus estrangulamentos e chaves de braço contra oponentes de todos os tamanhos e estilos. Em 1917, um adolescente de nome Carlos Gracie (1902–1994) viu pela primeira vez, em Belém, no Pará, uma apresentação do japonês. Amigo de seu pai, Gastão Gracie, Maeda concordou em ensinar ao garoto irrequieto a arte de se defender. Aluno fiel, Carlos Gracie abraçou de vez o Jiu-Jitsu e abriu, em 1925, a primeira academia de Jiu-Jitsu da família Gracie. Nos jornais, o anúncio era uma obra-prima de marketing: “Se você quer ter um braço quebrado procure a academia Gracie”. O grande mestre teria tido 21 filhos. Cada um passou a fortalecer a arte e a acrescentar um elo à corrente ao lançar uma luta sem regras, a que chamou de “vale-tudo”. Em 1924, no Rio de Janeiro, Carlos Gracie enfrentou o estivador Samuel, conhecido atleta da capoeira. Além dos desafios, os campeonatos entre praticantes, com regras exclusivas do Jiu-Jitsu, se fortaleciam, abastecidos por dezenas de academias diferentes. Nos anos 1960, um passo importante foi dado para a consolidação do Jiu-Jitsu esportivo. Em 1967, a Federação de Jiu-Jitsu da Guanabara, no Rio de Janeiro, foi criada, sob autorização da Confederação Nacional de Desportos do país.. Agora que você conhece um pouco da história do esporte…

Você sabia que em Santa Maria de Jetibá existe uma galera que pratica o Jiu-Jitsu e de graça? Sim essa galera treina no Núcleo de Artes de Dança da Prefeitura, o município mantém o Professor Hudson como contratado para ensinar a Arte Suave. Quer saber tudo sobre as aulas? Ta aí o contato da secretaria de Esportes e Lazer: 3263-4807.

COMPARTILHE