Home > Cultura > Dia da Mata Atlântica tem comemoração especial em Santa Teresa/ES

Dia da Mata Atlântica tem comemoração especial em Santa Teresa/ES

A 1ª Semana da Mata Atlântica de Santa Teresa/ES, realizada de 27 a 29 de maio, é organizada pelo INMA e oferece diversas atividades aos visitantes: mostra de ciências, apresentação musical, palestra e oficinas
Cultura - Turismo - Santa Teresa - 23 de maio de 2022

O Dia da Mata Atlântica é celebrado no dia 27 de maio e Santa Teresa, na região serrana do Espírito Santo, será palco de uma comemoração bastante especial. O Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) realiza a “1ª Semana da Mata Atlântica de Santa Teresa/ES”, com o objetivo de promover reflexões sobre a conservação desse importante bioma.

Santa Teresa, onde o INMA está instalado, é reconhecida mundialmente pela sua grande diversidade biológica. Em algumas áreas, como anfíbios, é uma das mais biodiversas do planeta! A realização de um grande evento temático pretende consolidar o município como a capital nacional da Mata Atlântica – título pertinente, considerando sua rica biodiversidade, a localização do município na “Mata Atlântica Central” e a história de Augusto Ruschi, o Patrono da Ecologia do Brasil.

A abertura oficial da Semana acontece no dia 27, às 18 horas, no auditório Augusto Ruschi, no INMA. A solenidade conta com a palestra "Um bioma pela vida: a Mata Atlântica na promoção da saúde planetária", ministrada pela pesquisadora Magali Romero Sá, da Fiocruz. Encerrando a cerimônia, haverá apresentação da Cia Musical Allegro, com regência do maestro Inárley Carletti.

Nos dias 28 e 29, sábado e domingo, o parque do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão, sede do INMA, estará repleto de atividades para o público. A “Mostra de Ciências da Mata Atlântica” tem a participação de 13 instituições parceiras, que vão apresentar ao público suas atividades relacionadas à conservação desse importante bioma: Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF), Associação de Amigos do Museu de Biologia Mello Leitão (SAMBIO), Instituto Marcos Daniel (IMD), Instituto Pró-Tapir, Instituto Últimos Refúgios, Escola São Francisco de Assis (ESFA) e Reserva Natural Vale.

Entre as atividades, estão oficinas para crianças, observação com microscópios e lupas, atividades mostrando sementes e mudas de Pau-Brasil, espécie que deu nome ao país, e demais árvores gigantes da Mata Atlântica, jogos educativos e exposição de fotografias.

Na Mostra será montada uma parte da exposição “Moradores da Floresta”, desenvolvida pelo Laboratório de Plastinação do Museu de Ciências da Vida da UFES, com animais silvestres vítimas de atropelamento ou caça. A plastinação é um método para conservação de peças anatômicas. Nessa exposição, foi usado para a preservação de espécimes biológicos, deixando-os o mais próximo de sua aparência em vida. Diversos espécimes plastinados de animais silvestres da Mata Atlântica do Espírito Santo poderão ser vistos pelo público durante os dois dias da “Mostra de Ciências da Mata Atlântica”.

Pesquisadores do INMA apresentarão aos visitantes, de forma interativa, um pouco do trabalho da instituição. O público vai saber mais sobre mamíferos, anfíbios, insetos, répteis e aves. Da área de botânica, haverá conhecimentos compartilhados sobre as epífitas - comumente confundidas com parasitas -, e sobre as árvores gigantes da Mata Atlântica. Também será possível saber como é avaliada a qualidade de água, conhecendo os organismos vivos que servem de parâmetro para essa análise. A área de pesquisa em História da Ciência estará presente, apresentando parte do rico acervo iconográfico do Arquivo Augusto Ruschi e do Museu Prof. Mello Leitão.

O evento é inteiramente gratuito e aberto ao público. A Mostra de Ciências da Mata Atlântica funcionará nos dias 28 e 29 de maio, de 8 às 17 horas.

1ª SEMANA DA MATA ATLÂNTICA DE SANTA TERESA/ES Instituto Nacional da Mata Atlântica – INMA (Av. José Ruschi, 4, Centro - Santa Teresa/ES)

27 de maio, sexta-feira – 18 horas Abertura oficial Apresentação do Plano de Gestão do INMA 2022-2025 - Sérgio Lucena Mendes, Diretor do INMA Anúncio de acordos de cooperação institucional Palestra "Um bioma pela vida: a Mata Atlântica na promoção da saúde planetária" - Magali Romero Sá, pesquisadora da Fiocruz Lançamento da “Mostra de Ciências da Mata Atlântica” Concerto da Cia Musical Allegro - Regência do maestro Inárley Carletti Apresentação musical - Duo Babel

28 e 29 de maio, sábado e domingo – 8 às 17 horas Mostra de Ciências da Mata Atlântica Oficinas - Jogos educativos - Mostra de fotografias - Observação com microscópios e lupas - Árvores gigantes da Mata Atlântica Exposição “Moradores da Floresta”

Expositores: Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA) Associação de Amigos do Museu de Biologia Mello Leitão (SAMBIO) Centro de Tecnologia Mineral (CETEM) Escola São Francisco de Assis (ESFA) Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF) Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) Instituto Marcos Daniel (IMD) Instituto Pró-Tapir Instituto Últimos Refúgios Reserva Natural Vale Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

*Foto: Reprodução/Internet *

COMPARTILHE